Praia Grande

Praia Grande: Como é morar na cidade que mais cresce no Brasil?

A Praia Grande, assim como qualquer outra cidade, apresenta um conjunto de vantagens e desafios para seus moradores. Fato é que, seja um grande metrópole, um interior recluso ou uma faixa litorânea, cada região tem suas peculiaridades e atrativos para novas famílias em busca de qualidade de vida. O que, então, justifica a popularidade da PG na Baixada Santista? Por que seu nome é o mais conhecido no Litoral Sul? De que forma seu desenvolvimento contribuiu para que, hoje, seja reconhecida como a cidade que mais cresce no Brasil?

Responderemos todas essas perguntas neste artigo comemorativo! Este é o início de uma semana cheia de conteúdos especiais em todas as nossas redes sociais, homenageando os 55 anos da Praia Grande, lugar que a família Nossolar orgulhosamente  chama de “casa”.

Desde nossa fundação, estamos intimamente ligados ao processo de revitalização regional, fazendo a nossa parte para ver a economia, o contexto urbano e a paisagem da orla se modificarem frente aos grandes investimentos do setor imobiliário. Queremos contribuir cada vez mais para esse despontar e, como parte dessa missão, queremos que você também se apaixone pela PG!

Acompanhe os apontamentos dos nossos especialistas e venha fazer parte dessa história:

Dados oficiais da Praia Grande

Parte do desenvolvimento de uma cidade pode ser medido pelos índices estudados em pesquisas feitas por órgãos como o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). É possível, por exemplo, aferir o perfil econômico dos moradores, a taxa de geração de empregos, o funcionamento dos sistemas de saúde, dentre outras informações muito importantes. De acordo com o último censo (2010) e análises recentes (2020/21), a Praia Grande conta com:

Praia Grande infográfico dados oficiais
Legenda: Praia Grand | Infográfico: Dados Oficiais do IBGE

Em resumo, podemos perceber que:

A. A quantidade de crianças matriculadas no Ensino Fundamental e no colegial é alta, portanto, aponta para a grande disponibilidade de escolas, tanto na rede pública quanto particular, para receber os seus filhos e oferecê-los um ensino de qualidade;

B. Falando nisso, o IDHM, uma das principais métricas para determinar o “sucesso” de uma cidade, também é bastante elevado – visto que o ideal é estar o mais próximo possível de 0,800 – o que implica diretamente nas demais estatísticas (como condições de saúde, distribuição de renda, população empregada, dentre outros fatores que precisam cooperar para o bem-estar geral);

C. Levando em conta a idade da população – que, em 2010, era de maioria pré-adolescente (10-14) e migrou naturalmente para um público mais jovem (entre 20 e 24 anos) – e os outros pontos destacados acima, a Praia Grande se mostra ideal para quem está solteiro, começando a vida a dois, planejando a chegada do primeiro filho ou com crianças pequenas em casa!

Estruturas econômicas da Praia Grande

Observando as diferentes possibilidades de trabalho que o mundo moderno permite (incluindo a opção de home office para muitos profissionais), a Construtora Nossolar analisou a diferença entre trabalhar em uma cidade movimentada como São Paulo e morar por lá também, e trabalhar em SP, mas morar na Praia Grande. A conclusão a qual chegamos, de maneira aproximada, é que:

  • Saindo do ponto A (Zona Leste de São Paulo, onde a pessoa fictícia mora) e deslocando-se ao ponto B (Zona Oeste, hipotético local de trabalho), despende-se 2h30 no trajeto. Levando em conta que o trânsito é denso nesta cidade, o tempo pode ser até maior.
  • Agora, saindo do ponto A (Praia Grande, preferencialmente no Canto do Forte, que tem fácil acesso as principais rodovias da região) e deslocando-se até o ponto B (qualquer região de São Paulo), a representante da nossa simulação levaria 1h50 que, com acréscimos provocados pela descida de turistas aos finais de semana, pode chegar a 2h10.

Não se trata somente sobre a economia de tempo – o que é importante de se ponderar quando nos lembramos de que, em média, o brasileiro gasta quase 32 dias do ano preso no fluxo de automóveis – mas também de dinheiro, afinal, o custo de vida na Praia Grande é muito mais recompensador do que em SP. Trata-se de uma faixa litorânea autossuficiente, com polos comerciais, serviços essenciais e, acima de tudo, fortíssimo turismo.

O Prêmio Top Destinos turísticos é um dos mais importantes dentro do ramo e ser reconhecida por ele é o desejo de qualquer Estância do Estado de SP. em 2021, a Praia Grande conseguiu este feito, chegando à final em 3 categorias: Turismo Cultural, Turismo de Sol e Praia, Turismo de Negócios e Eventos. Apenas o fato de estar concorrendo já agrega enorme valor à região e prova a sua competência na oferta de lazer, tanto para quem já mora na PG, quanto para quem vem nas altas temporadas!

Praia Grande banner 1

Vida na Praia Grande: Dia a Dia

Com base no que analisamos acima, morar na Praia Grande é super vantajoso para quem deseja continuar trabalhando em São Paulo – já que o mercado de trabalho é abundante na metrópole – sem abrir mão do conforto e do bem-estar pessoal, contando com as paisagens litorâneas, a excelente mobilidade e as diversas formas de entretenimento disponíveis para evitar o estresse. Além disso, os novos empreendimentos em construção na cidade contam com espaços dedicados exclusivamente ao home office, facilitando ainda mais a movimentação cotidiana.

Apesar de sua grande extensão, a Praia Grande também é indicada para quem gosta de ter tudo perto de casa, sem precisar se afastar do próprio bairro para atender às suas necessidades. Os sistemas de saúde e educação estão bem distribuídos pelos bairros, facilitando o transporte, o atendimento médico e o aproveitamento dos estudos. Da mesma forma, lojas, mercados e restaurantes estão espalhados pelas praias, inclusive na orla revitalizada, proporcionando maior comodidade.

Para quem leva a sério a frase “sem sair de casa”, imóveis de alto padrão contam com estruturas internas equipadas, mobiliadas e decoradas, prontas para receber diversos serviços, como Barbearia, Beauty Center, Academia, Crossfit, Pilates, Pet Care, Pet Place, Hidromassagem, Sauna, Spa, etc. É o caso do Residencial Uniq Mallet e do Moradas Canto Nobre, por exemplo, ambos em obras no coração do Canto do Forte – onde, por sinal, está localizada a Av. Marechal Mallet, polo gastronômico.

Praia Grande banner 2

É claro que, falando sobre a Praia Grande, não poderíamos deixar de fora o fato de que, morando na cidade, você pode ir à quantas praias quiser! Dividida em Canto do Forte, Boqueirão, Guilhermina, Aviação, Tupi, Ocian, Mirim, Caiçara, Jardim Real, Balneário Flórida e Solemar, todas as praias estão devidamente assistidas por quiosques, brinquedotecas, sanitários, aparelhos de ginástica para a 3ª idade, iluminação adequada, calçadão, projeto de paisagismo e ciclovias reformadas.

O lugar se mostra perfeito para quem está iniciando novos hábitos junto com o novo ano – como a prática de esportes (sobretudo o surf), o mergulho pré-trabalho nas águas do mar, crossfit, funcional, corrida, ciclismo, dentre outros – e para aqueles que gostariam de elevar seu padrão de vida com  apartamentos luxuosos. Ou seja, tem lugar para todos os seus sonhos!

Conclusão

Morar na Praia Grande tem se provado uma opção muito viável e vantajosa para diversas famílias. Ano após ano, vemos turistas se transformarem em hóspedes de temporada e, muitas vezes, em novos praia-grandenses para a conta. Por que isso acontece? Pela soma de infraestrutura, qualidade de vida, pontos turísticos, comércios, serviços, lazer e demais elementos fundamentais para uma vida tranquila; todos disponíveis na mesma cidade! O que você está esperando para adquirir um novo imóvel na PG e fazer parte deste movimento?

Fale conosco e descubra o que a Melhor Construtora do Litoral pode fazer pela sua evolução.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *